Encontro da REDIZE

junho 13th, 2019 | Posted by FDZ in Sem categoria - (0 Comments)

Nós dias 27 e 28 de abril, estiveram reunidas na Sede da Província, as Diretoras de nossas Escolas, Irmã Vilma Regina Gava, Irmã Maria de Fátima Santana, Irmã Érica Pereira Bitencourt, Irmã Sineide das Chagas e Irmã Eliane Maciel, com a presença da Provincial, Madre Maria Marques, da Ecônoma Provincial, Irmã Maria Eli Milanez, sob a orientação da Conselheira do Setor da Educação (REDIZE), Irmã Nivalda Milak.

Foram momentos de partilha das nossas realidades e de apresentação, avaliação e encaminhamento de novas propostas para dar continuidade à missão educativa com renovado vigor e profissionalismo.
Entre tantas considerações, a possibilidade de buscar maior apoio dos leigos na gestão das nossas escolas, foi o tema central. Que Deus possa abençoar-nos e, com a iluminação do Espírito Santo, conduzir-nos pelos caminhos difíceis de nossos tempos.

Ir. Vilma Regina Gava

gov-redize-abril (1) gov-redize-abril (2)

 

Compartilhe:

Encontro de Superioras

junho 13th, 2019 | Posted by FDZ in Sem categoria - (0 Comments)

Ao concluir o encontro de Formação Permanente no Sítio Santo Antônio em Levy Gasparian, RJ, as superioras das Comunidades se reuniram para um encontro específico do grupo.
As Superioras são aquelas que respondem Canonicamente pela Comunidade Religiosa. São responsáveis por todo o andamento da casa, das Obras e também pelo acompanhamento e direcionamento da vida espiritual das irmãs que compõe aquela comunidade religiosa.
Madre Maria Marques, superiora provincial conduziu a reflexão, oração e trabalhos do dia, dando prioridade à espiritualidade. Os encontros são sempre momentos de aprofundamento, informação, partilha e convivência que fortalece a caminhada de cada uma e fortalece os laços proporcionando comunhão e unidade. Que o Senhor ilumine a cada uma e que Nossa Senhora seja a companheira e mestra nesta missão.

gov-enc-super-abril (1) gov-enc-super-abril (3) gov-enc-super-abril (5) gov-enc-super-abril (7) gov-enc-super-abril (14) gov-enc-super-abril (15) gov-enc-super-abril (16)

Compartilhe:

Encontro de Formação Permanente

junho 13th, 2019 | Posted by FDZ in Sem categoria - (0 Comments)

No dia 01 de maio, um primeiro grupo de Irmãs Filhas do Divino Zelo se reuniu na Província Nossa Senhora do Rogate para estudos, aprofundamento e convivência. Às 18 horas, aconteceu a celebração de abertura com as vésperas sob orientação da secretária, Ir. Simoni Freire.

Os temas a serem trabalhados nestes dias serão: a dimensão cristológica do Rogate e o Ano da Madre Maria Nazarena Majone em que celebramos os 150 anos de seu nascimento, 130 de seu ingresso no Instituto e 80 anos de seu falecimento. Este tema nos traz a figura desta mulher que, na messe do Senhor, foi a boa operária que Jesus desejou e pediu, quando, diante da messe cansada e abatida exclamou: “A messe é grande e os operários são poucos. Pedi, pois ao Senhor da messe para que envie operários à sua messe (cf. Mt 9,38; Lc 10,2).

Celebrar estas datas e eventos nos ajuda a tomar nas mãos a nossa história, revisitando-a com um novo olhar para reassumi-la com um novo ardor, tornando o carisma mais vivo e visível, a fim de o tornar vibrante na nossa vida e espalhando-o na vida de toda a igreja. Assim sendo, no segundo dia, após a celebração litúrgica presidida pelo Pe. Eli de Carvalho, Madre Maria Marques fez a introdução acolhendo a Irmã M. Sineide das Chagas, fdz, que aceitou o convite para ajudar no estudo e aprofundamento sobre a vida e santidade de Madre Nazarena Majone, nossa cofundadora, desde já, agradecendo a sua disponibilidade, desejou a todas um dia proveitoso.

Irmã Sineide iniciou expressando seus sentimentos frente ao convite, colocando-se à disposição para a partilha de sua pesquisa e convidando a assembleia a intervir sempre que oportuno e necessário. Apresentando a bibliografia básica de sua pesquisa, acessível a todas, incentivou a todas ao aprofundamento da mesma: a Circular n. 37/2013, da Madre Teolinda Salemi, por ocasião do 75º aniversário de morte da Madre Nazarena; L’olio dell’amores, organizado por Irmã Rosa Graziano, Postuladora; Nazarena Majone – de Graniti para o Mundo – de Mario Francini, traduzido por Irmã Juçara dos Santos; Nazarena Majone e Aníbal Di Francia, n. 1, da Coleção NAZARENA MAJONE, entre outros.

Olhando para a vida de Madre Nazarena contemplamos um jeito feminino de viver o Rogate na sua essência e originalidade. Com ela aprendemos a ser Filhas do Divino Zelo do Coração de Jesus, segundo os sonhos de Santo Aníbal Maria. Madre Nazarena realizou isto durante toda a sua vida, na alegria, na tristeza, nos momentos de luzes e sombras, ali estava ela a implorar e a se oferecer pelos bons operários da messe.

Ir. Sineide apresentou o Decreto sobre a heroicidade das suas virtudes, que a tornou venerável e em seguida, passou a situá-la no contexto familiar, histórico e cultural de sua época e de sua cidade natal. Lembrou seus talentos artísticos, suas habilidades domésticas e, sobretudo, suas habilidades intelectuais, que para a sua época, era um privilégio, pois ela aprendeu ler e escrever, coisa incomum para as mulheres de seu tempo.

Na manhã do terceiro dia, o assessor, Padre Jorge Luiz, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Esperança (Botafogo), trabalhou o tema “Dimensão Cristológica do Rogate, com enfoque no Sagrado Coração de Jesus”, cuja proposta foi vivenciar uma manhã de experiência da oração, a partir deste Divino coração. Iniciamos com a reflexão de Isaías 29, 13-14: “Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos. Portanto, eis que continuarei a fazer uma obra maravilhosa no meio deste povo, uma obra maravilhosa e um assombro; porque a sabedoria dos seus sábios perecerá, e o entendimento dos seus prudentes se esconderá”. A Palavra de Deus nos provoca e convoca a vivê-la e deixar que ela se manifeste em nossa vida, pois o nosso testemunho poderá ser o único evangelho que muitos terão a oportunidade de ler.

O cultivo da espiritualidade é necessário para aprofundar a experiência com Deus e para fazer com que a essência de Deus possa se manifestar em nós. É o próprio Jesus que nos convida à comunhão com Ele. Em Mateus 11, 28-30, Ele nos faz um convite: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”. A espiritualidade do Coração de Jesus, não pode ser simplória, nem superficial, mas precisa ser experiência profunda de encontro pessoal com o Senhor. É uma exigência para nós ter um coração humilde e manso, como o d’Ele. Somos chamadas a reavivar o amor que está em nós. Voltar à experiência do chamado, permitir que o nosso coração seja de novo tocado e despertado para uma resposta exigente e nova, que a cada dia revele de fato a profundidade do chamado e da nossa resposta.

Devemos nos espelhar em Maria, aquela que guardava tudo no silencio do seu coração, contemplando, aprofundando, rezando. Viver como ela viveu: mulher de profundo silêncio, mas, de uma intensa e amorosa prática e doação. Na adoração, nutrimos esta intimidade. Na contemplação, nosso coração se acalma e encontramos forças para superar as dificuldades. Precisamos cuidar para não entrarmos numa rotina de nossos atos religiosos, pois corremos o risco de nos acostumarmos com o sagrado. Na Eucaristia, as entranhas de JESUS se dilatam e se revelam para nós.

O tempo proposto para a oração pessoal iniciou com uma dinâmica que consistia em contemplar numa caixa, a imagem que se via e descrevê-la reconhecendo nela, os sinais da essência de Deus e como cada uma se identifica no processo de seguimento. Dentro da caixa estava um pequeno espelho no qual cada uma via a si própria. Foi um momento rico onde cada uma pode olhar para dentro de si mesma e também de auto avaliação e partilha.

O segundo momento foi para rezar diante de Deus a sua ação na minha vida. Após um tempo de silêncio e de oração individual, voltamos ao salão para uma partilha espontânea que foi de louvor e gratidão pelo caminho já realizado e pelas graças que Deus vem fazendo em cada uma, mas também de intercessão pelas vezes que nos fechamos e não permitimos a sua ação em nossa vida.

No Coração de Jesus, Santo Aníbal encontrou refúgio, acolhida, sustento. E por isso, ele anseia que cada FDZ busque sempre: “penetrar no Coração de Jesus, viver dentro do seu Divino Coração, sentir-Lhe o amor, desposar todos os seus interesses…”.

Encerrando este momento, Padre Jorge lembra que temos necessidade de recorrer à graça dos sacramentos para voltarmos à imagem original, pois Deus nos renova sempre, nos reveste e nos revigora.

Entre agradecimentos e entrega de um cartão, surge um pedido ao Pe. Jorge, para que em sua paróquia, se assuma ao compromisso com a oração pelas vocações. E Padre Jorge sugere então para que ao Instituto apresente ao Cardeal Dom Orani Tempesta, a proposta oficial para a vivência do Carisma Congregacional na Diocese, através da Sagrada Aliança, aproveitando que este é o Ano Sacerdotal, na Arquidiocese.

Na parte da tarde, Ir. Sineide retomou a palavra, agora para falar sobre os 150 Anos de Inspiração do Rogate: Dom e Gratidão. Iniciamos com o canto carismático, Olhaste para a messe. O texto de estudo foi preparado com base na carta circular dos governos gerais dos dois Institutos FDZ e RCJ.

Como destaques, evidenciamos alguns pontos: Santo Aníbal Maria Di Francia, um dom para a Igreja: • O Rogate elemento de unidade: contemplação, oração e atividade • Rogate: caridade • Rogate: elemento unificante da personalidade e obras vocacionais e caritativas • Rogate e zelo pela sua difusão

• Fundamentos Bíblicos da Oração pelas Vocações (Tese do Pe. Tiziano Pegoraro RCJ, Roma – 2003). Foram destacados alguns aspectos: • Mt 9,34 – 1-,4: é um versículo de transmissão entre palavras e obras de Jesus • Elemento dos 12 apóstolos • O estado miserável das turbas e a compaixão de Jesus • A metáfora pastoral da messe e apresentação dos discípulos como operários para a messe e Jesus como Senhor da Messe (Mt 9,35 e 10,1).

- As 4 dimensões do Rogate, segundo a tese: • Cristológica: relação de Jesus com seus discípulos e as multidões; • Eclesiológica: relação das multidões e dos discípulos com Jesus e este com o Pai; • Antropológica: sentimentos íntimos e do horizonte universal da missão (reparação ao Coração de Jesus – penas íntimas); • Escatológica: Mateus apresenta a pregação de Jesus com palavras e milagres em uma perspectiva do cumprimento dos tempos;

O Rogate é um dom para a Igreja. Ajuda a sustentar a Igreja e continua sendo o grande apelo de Jesus para continuemos a “rogar para que o Senhor continue enviando bons operários para a Igreja (cf. Mt 9, 35-38). Nós FDZ somos responsáveis de continuar alimentando a chama deste mandamento para que ela nunca se apague.

O quarto dia de encontro foi um dia especial, onde o encontro se dá na convivência, na relação, na descontração, no descanso e lazer. Saímos bem cedo para o Sítio Santo Antônio, em Levy Gasparian, RJ. Ao final da tarde, após a oração de encerramento e benção de envio, todas retornaram as suas comunidades, revigoradas para dar continuidade à missão.

gov-form-perm-abril (48) gov-form-perm-abril (50) gov-form-perm-abril (64) gov-form-perm-abril (65) gov-form-perm-abril (73) gov-form-perm-abril (75) gov-form-perm-abril (76) gov-form-perm-abril (77) gov-form-perm-abril (78) gov-form-perm-abril (79) gov-form-perm-abril (80) gov-form-perm-abril (81) gov-form-perm-abril (82) gov-form-perm-abril (83) gov-form-perm-abril (86) gov-form-perm-abril (88) gov-form-perm-abril (89) gov-form-perm-abril (90) IMG-20190504-WA0021 IMG-20190504-WA0024

Compartilhe:

O primeiro grupo das Filhas do Divino Zelo reunidas para o primeiro dia de formação, estudo, aprofundamento e oração sobre a vida  da Madre Nazarena Majone, cofundadora da Congregação. Madre Maria Marques faz a acolhida das Irmãs e a assessora Ir. M. Sineide das Chagas, fdz, ajuda o grupo no aprofundamento do tema.

0d367a74-07ac-415f-9707-0d47c1206d16 1f531e36-5d47-45d6-aeb4-fd5fce1f2e68 2d39fe60-0330-448e-9329-f2a73b4f2488 4c34e150-3b42-4839-b68c-abdbf22194a7 4f3319aa-96c4-453b-a5d0-4740c601c12f 8dfbf8c2-0e69-4223-897d-ab67e81a455e 9bdc583f-ca5c-4b74-8f8e-3823aa490d45 40b59e8c-5c6e-4f53-89f7-034d8b7fff25 40e8fa1d-b2fb-418a-ab49-f7868414bb88 (1) 74b14b46-a67c-429b-8d73-a119618478e9 215e0b77-9779-4174-a20c-5256d6103d00 (1) 310bf661-a814-4f23-a9cb-d23f9aaa7db9 8396a5e4-6fc3-4d8e-b970-a615001987ce f165f8fe-a21c-4797-9737-1f7fd13fe303 (1)

 

Compartilhe:

Abertura do Encontro de Formação Permanente na Província Nossa Senhora do Rogate, com uma linda celebração.

0cb02ebb-36bd-4c27-8e20-b1cc39abb12650b36404-fbbe-4365-aa8e-7b5fbd61ba7357d92470-2f21-4bf3-88eb-575f844e79c0431bde1b-c616-4784-8437-64d83704873281668d2d-e098-4364-a79e-63ab2911b97e7432419d-ef14-4199-a8b6-eb49d016db54b2d12dae-425c-4abd-83c5-1a8d8bcb62e3

Compartilhe:

No dia 11 de fevereiro, Madre Maria Marques e as Irmãs Arcilene, Nair, Bernadete, Eliane, Gislene e Maria Neves, participaram da reunião da Conferência dos Religiosos do Brasil / Rio de Janeiro, que aconteceu na casa das Irmãs Salesianas, na Tijuca, para o primeiro encontro do ano, com formadores e animadores Vocacionais. Este encontro teve como principal objetivo, a preparação do 4º Congresso Vocacional do Brasil.

As Irmãs Eliane Espíndola e Gislene Danielsk, juntamente com a coordenação regional da CRB, ficaram responsáveis pela condução da reunião e a formação da equipe de trabalhos para preparar o pré-congresso. A equipe foi composta por sacerdotes e religiosos (as), dentre os quais, três Filhas do Divino Zelo: Ir. Arcilene, Ir. Eliane e Ir. Gislene e outro (a)s onze religiosos (as).
No dia 11 de março aconteceu a segunda reunião, com a participação das três Irmãs e os demais religiosos, no local onde está sendo planejado o pré-congresso vocacional e foram formadas equipes, saindo cada uma, com sua responsabilidade. Deus seja louvado pelo empenho da Vida Consagrada em zelar pelas vocações e que todo o serviço seja para que se cumpra a Vontade do Senhor em meio ao mundo.

Ir. M. Gislene

gov-enc-crb-jan-marc (1) gov-enc-crb-jan-marc (2) prov-crb-fev (3) prov-crb-fev (4)

 

Compartilhe:

50 ANOS DE VIDA MATRIMONIAL

abril 13th, 2019 | Posted by FDZ in Sem categoria - (0 Comments)

No dia 22 de janeiro, meus pais: Elpídio Gomes de Sousa e Maria Gilza de Souza completaram 50 anos de vida a dois. E para celebrar este momento, reunimos a família para agradecer a Deus pela vida de cada um e pelo dom da família formada por eles.

Muitas foram as dificuldades e os desafios que eles encontraram ao longo desses anos, mas continuam firmes, enfrentando as adversidades da vida, como por exemplo, a doença.
Queremos agradecer a Deus por tudo que fizeram e fazem pelos filhos, por tudo que nos ensinaram e nos ensinam com suas ações e atitudes.
Podemos afirmar que apesar de todas as dificuldades e lutas sempre se empenharam para dar a cada filho, não só os bens materiais, mas principalmente, a formação para os valores morais e cristãos.
A honestidade, o respeito para com o outro, a sinceridade, a solidariedade, a partilha, a verdade e a fé foram valores plantados em cada um de nós através dos pequenos acontecimentos do dia a adia. Sem dúvida alguma, tudo o que somos hoje, devemos a eles.
Pedimos a Jesus que os abençoe e derrame sobre cada um, as graças que mais necessitam, especialmente, da saúde e fortaleza na fé.
A celebração aconteceu na própria casa, presidida pelo Pe. Eugênio, da Paróquia Cristo Rei, centro de Ipatinga. Além dos familiares estava também presente a Irmã dos Anjos das Filhas do Divino Zelo, que foi prestigiar a família.
Aos meus pais, nossas felicitações e votos de perseverança, fidelidade e amor à esta união até que a morte os separe.

Ir. Maria Neves

50 anos de Vida Matrimonial (1) 50 anos de Vida Matrimonial (2) 50 anos de Vida Matrimonial (3) 50 anos de Vida Matrimonial (4) 50 anos de Vida Matrimonial (5) 50 anos de Vida Matrimonial (6) 50 anos de Vida Matrimonial (7)

 

Compartilhe:

UOVs – RENOVAÇÕES E ADESÕES

abril 13th, 2019 | Posted by FDZ in Sem categoria - (0 Comments)

Nos dias 22, 23 e 24 de março, Ir. Aparecida e Ir. Inês se encontraram com os grupos da UOV de Resende, RJ. Lá, já são acompanhados grupos que já fizeram as suas promessas e vivem o compromisso do Rogate, de rezar diariamente pedindo vocações para a Igreja. Outros grupos que estão iniciando a sua preparação para uma futura adesão, estão sendo acompanhados. É o Rogate que se expande e se espalha tornando real o sonho de Santo Aníbal Maria.

Em cada comunidade paroquial está surgindo os grupos que assumem este compromisso: Comunidade São João Batista, Comunidade Santa Isabel de Portugal, Comunidade São Francisco de Assis, Comunidade São José Operário, Comunidade Nossa Senhora da Paz, Comunidade São Judas Tadeu e Comunidade São Benedito.
Alguns grupos fizeram a sua renovação e nesses, tivemos também alguns membros, que estão ingressando agora no grupo, fizeram sua primeira adesão. Esta cerimônia aconteceu numa celebração eucarística presidida pelo Pe. Maurício.
Outros grupos que farão a sua renovação somente no final do ano, fizemos encontros de formação, partilha e oração. Sem dúvida, foram dias de muita alegria tanto para a comunidade, quanto para nós. E com certeza, Santo Aníbal olha com carinho e se alegra também, ao ver o seu ideal sendo realizado e o Rogate sendo propagado e vivido por tantos homens e mulheres.

Ir. Aparecida

mpalm-isabel-port-jan-marc (1) mpalm-isabel-port-jan-marc (2) mpalm-isabel-port-jan-marc (3) mpalm-isabel-port-jan-marc (4) mpalm-sbened-jan-marc (1) mpalm-sbened-jan-marc (3) mpalm-sbened-jan-marc (4) mpalm-sfranc-jan-marc (1) mpalm-sfranc-jan-marc (4) mpalm-sjoseop-jan-marc (2) mpalm-sjoseop-jan-marc (3) mpalm-sjudast-jan-marc (1) mpalm-sjudast-jan-marc (2)

Compartilhe:

Visita missionária em Prata/MG

abril 13th, 2019 | Posted by FDZ in Sem categoria - (0 Comments)

A visita missionária do SAV e com a União de Oração pelas Vocações (OUV) ocorreu dia 31 de março de 2019, na comunidade Santa Izabel, no distrito do Prata/MG. Estavam responsáveis, as Irmãs FDZ, Aspirantes e coordenadores e membros do SAV e da UOV. Tivemos o apoio do Sr. Carlos que é o Coordenador da Comunidade paroquial que pertence à comunidade local, que nos ajudou na organização do espaço e no lanche da tarde.
Na tarde de domingo do dia 31 de março de 2019, iniciamos a visita missionária na igreja matriz, com a presença da comunidade local, sobretudo dos jovens. Apresentamos-nos falando também sobre o SAV, a UOV e a importância de cada vocação. Logo após, rezamos o rosário missionário, de forma lúdica, onde cada conta do terço foi representada por uma rosa de papel. Cada participante recebeu uma rosa, que após a oração do Pai Nosso cada um rezava uma Ave Maria, e depositava a rosa em frente ao altar, até o terço estar completo. Depois, foi feita a leitura do texto bíblico da figueira estéril e os participantes foram divididos em três grupos, para refletir a passagem bíblica e apresentar o questionário proposto pela organização do encontro. Terminando as apresentações foi oferecido um lanche no salão paroquial, seguido por uma dinâmica, onde cada participante segurava um barbante amarrado em um galho de arvore e com ajuda de todos, o galho tinha que ser colocado dentro de uma garrafa PET, nesta dinâmica foi trabalhado a importância da união da comunidade. Com o fim da dinâmica, todos foram convidados a participar da coroação de Nossa Senhora e em seguida, foi realizada a adoração ao Santíssimo, seguida pela Santa missa presidida pelo pároco Pe. Wagner Augusto e assim encerando a Visita missionária que foi de grande benção.

Ir. Cleusa e Aspirantes

laj-visit-miss-jan-marc (1) laj-visit-miss-jan-marc (2)

 

 

Compartilhe:

Entrada no Aspirantado

abril 13th, 2019 | Posted by FDZ in Sem categoria - (0 Comments)

Eu Jociana, sai da cidade onde morava, Brasília, no dia 11 de março, acompanha da Irmã Eliete, com destino ao Rio de Janeiro. Aí, fiquei até o dia 17 de março, quando viajei para Lajinha, Chegando no dia 18, acompanhada da Madre Maria Marques e da Irmã Maria Bernadete. Fui recebida pela coordenadora da comunidade, Ir. Cleusa Maria, Ir. Maria Helena e as aspirantes, com muito carinho. A casa estava toda preparada e decorada para a minha chegada. No dia da minha entrada no aspirantado foi um dia festivo na casa, após a celebração, tivemos um café da manhã especial, com muita alegria.
Na mesma semana, precisamente no dia 19 de março de 2019, participei do rito de entrada no aspirantado das religiosas Filhas do Divino Zelo, que tem como fundador Santo Aníbal Maria de Francia. O mesmo aconteceu na capela da casa das Irmãs, na cidade de Lajinha, MG, na presença da Provincial Madre Marques, da Superiora da casa, Ir. Cleusa Maria, Irmã Maria Bernadete, Ir. Maria Helena e das aspirantes, Daniela e Juliana que estão no segundo ano do aspirantado. O celebrante da missa foi o Padre Wagner Augusto, Pároco local, além da presença de leigos e benfeitores da comunidade. Durante a missa também aconteceu à renovação dos votos religiosos das Irmãs e a entrega da medalha da Nossa Senhora Virgem e Mãe do Rogate, para nós Aspirantes: Daniela, Juliana e para mim.
Atualmente estou me adaptando à rotina da casa, com os momentos de oração, de participação na comunidade eclesial e na obra social Casa da Criança e conhecendo a realidade local.

Jociana Lazzarotto Martins

laj-aspir-jan-marc (1) laj-aspir-jan-marc (2) laj-aspir-jan-marc (3) laj-aspir-jan-marc (4) laj-aspir-jan-marc (5) laj-aspir-jan-marc (6) laj-aspir-jan-marc (7) laj-aspir-jan-marc (8)

Compartilhe: